São Paulo

Brazil



Address:
Av. Prof. Almeida Prado, 1466
São Paulo
CEP 05508-900 - Cida
Phone: (011) 3091 - 4901
Website: http://www.mae.usp.br/

Museu De Arqueologia E Etnologia Da USP

O Museu de Arqueologia e Etnologia da USP (MAE / USP) foi criado em 1989 pela integração de duas unidades, o Instituto de Pré-História e o antigo MAE, por iniciativa do Reitor José Goldemberg (Resolução n. 3560, de 12/8/89). Por este mesmo ato, promoveu-se a fusão dos Acervos de Arqueologia e Etnologia do Museu Paulista e do Acervo Plínio Ayrosa, do Departamento de Antropologia da Faculdade de Filosofia Letras e Ciências Humanas. Nesse processo foram integrados os corpos docente, técnico e administrativo das instituições. O acervo do MAE, de cerca de 120 mil peças, é composto por coleções de Arqueologia do Mediterrâneo e Médio-Oriente; Arqueologia Americana, com ênfase na Pré-História Brasileira; Etnologia Brasileira e Etnologia Africana. A formação desse acervo deve-se a pesquisas desenvolvidas em sítios arqueológicos; coletas realizadas em campo por várias gerações de etnólogos, desde o final do século passado; ou a diferentes tipos de aquisição, como os intercâmbios com museus italianos, em 1964, que originaram a coleção de Arqueologia Mediterrânica e Médio-Oriental, ou as doações que compuseram o núcleo inicial da coleção de Etnologia Africana.

O MAE estrutura-se em duas grandes áreas: a Divisão Científica, vocacionada para o trabalho científico de Arqueologia e Etnologia, e a Divisão de Difusão Cultural., voltada para pesquisas aplicadas no campo da Museologia e da Educação, além dos projetos de extroversão do conhecimento produzido na Instituição junto ao Serviço Técnico de Musealização. Integra-se à Divisão Científica o Serviço Técnico de Curadoria, composto pelas equipes técnicas de L... [ Read all ]


Exhibitions

O Museu de Arqueologia e Etnologia conta em seu acervo com cerca de 120 mil objetos e imagens referentes à cultura material da América com ênfase ao Brasil, do Mediterrâneo, do Médio Oriente e da África, abarcando uma extensão temporal que vai da Pré-História até nossos dias. São máscaras, amuletos, armas, cerâmicas, pinturas, adornos, vestimentas, utensílios domésticos, instrumentos musicais e de trabalho que, além da vitalidade de sua expressão visual, exigem um esforço contínuo de pesquisa para serem analisados e compreendidos. O conjunto de peças referentes às sociedades indígenas brasileiras é de especial interesse, tanto em virtude de sua heterogeneidade quanto da riqueza expressiva. Assim, a exposição "Formas de Humanidade" é dividida em três setores.










Facilities

SERVIÇO DE BIBLIOTECA E DOCUMENTAÇÃO:

O SBD/MAE possui um acervo bibliográfico voltado especialmente às áreas de arqueologia mediterrânica, médio-oriental, africana, americana e brasileira; pré-história geral e brasileira; numismática grega e romana; e integra também um acervo muito rico nas áreas de etnologia africana, americana e brasileira; museologia; conservação e restauro.

Possui um acervo de cerca de 50.000 volumes entre livros, periódicos, folhetos, catálogos de exposição e mapas. Dentre os periódicos que chegam a um total de 1100 títulos, 360 títulos são correntes.

O SBD/MAE caracteriza-se por ser a Biblioteca mais completa em arqueologia e pré-história do país, e sem dúvida, uma das maiores da América do Sul em termos de qualidade do acervo e atualização.

Integra o Sistema de Bibliotecas da USP (SIBI/USP) e o SIBINet, a rede de Bibliotecas do SIBI/USP que coordena e desenvolve, entre outras atividades e projetos, o Dedalus - Banco de Dados Bibliográficos da USP, disponível também via
Internet.

Atendimento: O SBD/MAE funciona de segunda à sexta-feira, das 8h às 18h, e a consulta ao seu acervo é aberta a todos os interessados.


Museum internal and external photos (1)

Click on the images to enlarge



News and events

O Curso de Pós-Graduação em Arqueologia da USP é o pioneiro na formação de arqueólogos pesquisadores-docentes do Brasil e sua relevância tem sido inúmeras vezes comprovada nos seus já vinte e oito anos de atuação, formando especialistas de importância no panorama nacional.
O número sempre crescente de seu corpo docente e discente indica tanto um desenvolvimento do campo da Arqueologia no Brasil, como a procura de uma formação sólida, respaldada por condições materiais e intelectuais que a USP pode assegurar, enfrentando a grande responsabilidade de capacitação de profissionais no mercado de trabalho. A importância do Curso de Pós-Graduação em Arqueologia da USP, sobretudo, está na atuação fundamental de um grupo considerável de arqueólogos em diversas áreas de pesquisa, tanto em Arqueologia Americana (brasileira/sul-americana) como do Mediterrâneo Antigo e Médio-Oriente. É o curso que completa a formação de alunos que passaram por vários anos de estágio em trabalhos de campo, laboratórios, reservas técnicas e bibliotecas do MAE e da USP, orientados pelos docentes-pesquisadores na categoria de iniciação científica.
Por outro lado, a irradiação do Curso de Pós-Graduação em Arqueologia não se restringe apenas à Região Sudeste, onde se insere, mas abrange as demais regiões do Brasil. Em primeiro lugar, considerando as regiões sob o foco das pesquisas de seus docentes. Em segundo lugar, pelo afluxo de alunos das regiões Centro-Oeste, Sul, Norte e Nordeste. Em terceiro lugar, pelos projetos de impacto ambiental, sob a responsabilidade de docentes do MAE, que não se limitam às fronteiras da região Sudeste, mas atingem um...+ [ Read all ]


Education

CURSOS:

São pontos relevantes na atuação do trabalho de pesquisa e docência em Arqueologia e Etnologia no MAE:

a) a formação de alunos em pesquisa de campo (sítios-escolas) e no laboratório

b) a conscientização para a importância do Patrimônio Cultural, através da criação de Museus Regionais como o do Centro Regional de Piraju e o Museu de Iguape;

c) trabalhos com equipes de serviços educativos junto às populações dos municípios com sítios arqueológicos;
Cursos e Palestras oferecidos:

Graduação

Pós-Graduação

Extensão Universitária




d) preservação dos sítios arqueológicos e histórico-coloniais;

e) trabalho permanente junto a órgãos oficiais com vistas à preservação do patrimônio arqueológico nas novas áreas de atuação: IPHAN; CONDEPHAAT;

f) a introdução a pesquisas com a documentação material através de estudos das coleções do acervo.

Disciplinas Optativas de Graduação

Arqueologia

Não há na Universidade de São Paulo, e em nenhuma universidade pública brasileira, um curso que forme arqueólogos. O MAE vem assumindo este papel ao oferecer disciplinas optativas de graduação sigladas na instituição - "Introdução à Arqueologia: teoria e método" - "Arqueologia Brasileira", "Introdução à Arqueologia do Mediterrâneo Antigo", "Arqueologia Americana" - ou ministradas em Departamentos afins por seus docentes - "Zooarqueologia: Ecologia Humana do Passado" (no Instituto de Biociências) e "Geoarqueologia" (Depto. de Geografia, FFLCH). Os estágios de iniciação científica, sob a tutela de um orientador, são a base para uma formação adequada em arqueologia ...+ [ Read all ]


Groups

- Consulta e atendimento local;
- Empréstimo para cópia xerox, desde que a sua viabilização não prejudique a conservação física do material em questão e não implique a violação dos direitos autorais sobre o trabalho;
- Empréstimo entre Bibliotecas, através de formulário específico para esse fim;
- Comutação bibliográfica nacional e internacional, efetuando a solicitação de cópias de artigos e outros tipos de publicações a bibliotecas que as possuam, e enviando cópias de artigos integrantes de seu acervo a instituições solicitantes, através de comutação convencional ou Comut online;
- Serviços de alerta à informação;
- Acesso a bases de dados nacionais e internacionais;
- Atendimento via carta, telefone, fax e e-mail;
-.Orientação para uso de bases de dados bibliográficas online;
- Orientação para elaboração de referências e citações bibliográficas;
- Publicação bimestral "Sumários de Periódicos".