Exhibitions - Museu Oceanográfico da Universidade de São Paulo

No Museu, o visitante pode obter informações sobre as diversas embarcações utilizadas pelo Instituto Oceanográfico em suas pesquisas, tais como o Navio Oceanográfico Prof. W. Besnard, os barcos de pesquisa Veliger II e Albacora e também a traineira Camburiú, a primeira embarcação adquirida pelo IOUSP, em 1954, utilizada em pesquisas na região de Cananéia e Iguape e que hoje faz parte do acervo do museu.









Vários instrumentos oceanográficos, utilizados na obtenção de dados e coleta da água, sedimento e organismos marinhos, podem ser encontrados no Museu, como por exemplo:
• Garrafas de Nansen: coleta amostras de água para análises químicas, físicas e biológicas.

• Batitermógrafo: equipamento mecânico para obtenção do perfil de temperatura da água.

• Perfilador CTD: obtenção instantânea de dados sobre a condutividade e temperatura da água.

• Correntógrafo : faz a medição da intensidade e da direção das correntes oceânicas.

• Marégrafos: mede a variação da superfície do mar devido à ação das marés.

• Pegador "Van Veen": utilizado para a coleta dos sedimentos e de sua fauna associada.





O batiscafo da Universidade de São Paulo "BATIUSP", foi construído através de uma parceria entre o Instituto Oceanográfico e Faculdade Politécnica, em 1979, visando o desenvolvimento de tecnologias subaquáticas. Sua primeira imersão ocorreu próximo à Ilha de Alcatrazes, litoral norte de São Paulo. Atualmente faz parte do acervo do Museu Oceanográfico do IOUSP.




Diversos organismos marinhos encontram-se expostos no museu. Aquários marinhos de pequeno e médio porte são utilizados para a apresentação de alguns ecossistemas marinhos, expondo ao visitante um pouco da biodiversidade marinha e do modo de vida de alguns de seus seres vivos. Nos aquários podem ser observadas as diferentes formas de locomoção, modos de vida e as relações entre as espécies.






Esqueleto de golfinho: um representante da espécie Delphinus capensis, encontrado em 1987, na Ilha Comprida, litoral sul de São Paulo.

Esqueleto de baleia: um exemplar da baleia de Bryde, Balenoptera edeni, em 1972, na reencontradogião de Iguape, litoral sul de São Paulo.















O Museu possui, disposto em seu interior, uma série de painéis com informações sobre oceanografia e seus diferentes temas, tais como:

• Ambiente Marinho

• Importância dos Oceanos

• Formação da Terra

• Marés

• Oceanografia por Satélite

• Composição Química da Água Marinha

• Poluição Marinha

• Organismos Marinhos

• Manguezais - Ecossistemas Entre a Terra e o Mar

• Gases Dissolvidos na Água do Mar

• Correntes e Circulação Oceânica


< back to Museum's profile